5 Formas de Encontrares o Teu Poder Interior

Para viveres a tua melhor vida e manifestares os teus desejos precisas de encontrares e viveres a partir do teu poder interior, que já existe em ti.

Poder interior não significa poder sobre os outros ou nenhum tipo de controle ou manipulação.

Poder interior significa viveres com integridade pessoal, a partir da tua verdade interior e do que é verdadeiro para ti. Significa escolher o que te apaixona, largando tudo o resto.

És tu saberes que és o dono da tua vida, que não precisas de nenhuma validação externa nem de provar o teu valor a nada nem a ninguém.

É escolheres apenas as pessoas, coisas e situações que estão alinhadas contigo, sem explicações ou desculpas.

Para muitas pessoas pode parecer difícil viver assim devido à educação e condicionamentos que têm de ouvirem mais os outros do que a si mesmas, de viver a agradar aos outros ou corresponder às suas expectativas.

Ou seja, vivem a pôr o seu poder interior nas mãos dos outros.

Daí sentirem-se sem poder, limitadas e “à mercê” da vida.

Mas qualquer pessoa que quer usar a Lei da Atração de forma consciente sabe que é responsável pela criação da sua vida e que é um criador poderoso, independentemente de como a sua vida tem sido até agora.

Podemos construir uma vida muito diferente no presente e futuro, apenas porque o decidimos e desejamos.

Se te identificas com isto e queres saber como encontrares o teu poder interior e agires a partir dele, aqui ficam 5 formas.

Tem em mente que isto é um processo. Por exemplo alguém que passou a vida toda a ter dificuldade em dizer não aos outros, pode achar extremamente difícil começar a fazê-lo.

É um processo com muitas fases até que alguém consiga abraçar completamente o seu poder interior, portanto leva o tempo que sentires necessário.

Mas, tudo começa com a intenção e vontade de o fazer, e começar a alimentar novos hábitos.

Não ignores essa vontade, é a tua alma a dizer-te que é altura de o fazeres. 🙂

1- Dizer Não Ao Que Não Queres

Uma das formas mais comuns em que alguém dá o seu poder aos outros é querer agradar-lhes e então dizer-lhes sim quando queria na verdade dizer-lhes não.

Acabam a fazer coisas e a entrar em situações que não gostam, que estão desalinhadas consigo mesmas, tudo porque não têm coragem de dizer não ao outro.

Isto na verdade é mentirmos a nós mesmos e ao outro, e nada de bom vem daí. Pelo contrário, acabamos a ressentir o outro quando na verdade fomos nós que não tivemos coragem de dizer não.

Portanto, o primeiro passo em encontrares e viveres a partir do teu poder interior é começares a dizer não a tudo que te faz sentir mal, ou que não sentes inspiração para fazer ou dizer.

Isto chama-se viver em integridade, contigo e com os outros.

Se os outros não compreendem ou não gostam, isso é responsabilidade deles de lidarem com essas emoções, não tua.

Isto não quer dizer que temos de ser agressivos com ninguém. Simplesmente temos de ser verdadeiros com nós mesmos e dizer não.

Quando dizemos não a algo que não queremos, estamos a dizer sim a nós próprios. E também estamos a dizer aos outros que o podem fazer. Somos um espelho de integridade e poder interior.

Elevamos a nossa vibração para uma frequência mais alta.

Quando vivemos em integridade e só dizemos sim ao que está alinhado connosco e nos faz sentir bem, atraímos menos coisas que nos fazem mal e mais coisas que nos fazem bem. E assim crias a tua realidade.

Porque emitimos uma energia poderosa ao Universo que merecemos o melhor.

Vivermos a nossa melhor vida é sentirmo-nos bem em todos os momentos da nossa vida. Não apenas em alguns. E tu mereces isso.

2- Largar Crenças Limitativas

Crenças limitativas são aqueles pensamentos que pensamos vezes e vezes sem conta sobre determinadas coisas e que nos limitam e fazem contrair.

Por ex, gostaria tanto de abrir o meu próprio negócio, mas nunca ninguém na minha família o fez e eu não percebo nada do assunto portanto não iria conseguir.

São crenças que nos metem receio, que nos fazem contrair em vez de expandir. Que não estão alinhadas com quem verdadeiramente somos.

Muitas vezes adquirimos estas crenças quando somos crianças, mas também mais tarde: dos nossos pais, amigos, pessoas com quem nos relacionamos.

Ou seja, as crenças nem são nossas. Mas como acreditamos nas pessoas que as dizem, adquirimo-las como nossas e nem as questionamos.

Pois a questão agora é precisamente essa: questionarmos.

Perguntarmos a nós próprios porque acreditamos que não conseguimos? Porque acreditamos não ser possível vivermos o que desejamos? Porque damos energia a essas crenças?

Estas crenças limitativas criam contradição na nossa energia. Por um lado, está o que desejamos viver, por outro estão as crenças a dizer não o podes fazer.

Ao fazermos este exercício de questionarmos e termos a consciência de que estas crenças não são nossas, não estão alinhadas com os nossos desejos e são uma grande mentira, estamos a libertá-las.

E estamos também a reclamar o nosso poder interior.

Temos de acreditar que aquilo que desejamos é a nossa verdade, e é quem realmente somos. As crenças que nos limitam são apenas pensamentos que temos o hábito de dar energia, nada mais.

Portanto, o nosso papel é cada vez que um pensamento limitativo aparece, fazer a escolha de não lhe dar atenção nem energia.

Eventualmente essas crenças e pensamentos começam a aparecer cada vez menos e mesmo que apareçam, temos o poder de lhes dizer não, e escolher agir em conformidade com o que desejamos, como por ex abrir o nosso negócio próprio acreditando em nós mesmos.

3- Focarmos no Que Desejamos

Nós criamos a nossa melhor vida e realidade quando nos focamos no que queremos – não no que não queremos.

Quando nos focamos no que não queremos: falta de dinheiro, em relacionamentos problemáticos, perder o emprego, atraímos isso para a nossa realidade.

Porque o Universo traz-nos aquilo que damos energia, todos os dias e em todos os momentos.

Portanto para atrairmos o que desejamos, temos de mudar a nossa vibração e focarmos nisso mesmo: em abundância, em relacionamentos felizes e saudáveis, no nosso emprego ou negócio próprio de sonho, viagens para sítios fantásticos, etc.

Deixa-te sentir estas coisas que desejas como se já fossem reais (porque são), e abre as portas para que venham até ti.

Isto é reprogramar a tua mente para te focares no teu poder interior de criador da tua realidade.

4- Foca-te Em Confiança em Vez de Esperança

Confiança e esperança são coisas muito diferentes, embora por vezes possam parecer a mesma.

Já deves ter ouvido muitas vezes “espero que isto funcione” ou “espero que tenha dinheiro suficiente”, ou “espero não ficar doente”, etc.

O esperar não tem nada de mal, mas na realidade tira-te o poder interior todo.

E porquê? Porque quanto tu esperas, estás a dar o teu poder às circunstâncias exteriores, como se não tivesses um papel activo na criação da tua realidade.

Esperar está ligado a ter falta de poder interior e ser-se passivo. Coisas que certamente não és.

Portanto, a questão aqui é parar de esperar. E começares antes a confiar.

Confiança vem de dentro de nós. É o saber que vem da nossa intuição, da nossa alma.

Tu confias que vais ter tudo o que desejas porque sabes que tens o poder interior de o criares.

Sentes como a vibração mudou instantaneamente só aqui neste texto?

Duma atitude passiva para uma atitude pro-activa?

Usar a Lei da Atração de forma consciente é estarmos conectados com o nosso poder interior de criação. É confiarmos em nós e no Universo.

É sabermos que merecemos o que desejamos e sabemos que já é nosso.

5- Dá Prioridade ao Teu Bem-Estar

Relativamente ao ponto 1 de dizermos não ao que não queremos, temos também de dizer sim ao que queremos e nos faz bem.

Dizer sim ao que nos apaixona e nos faz sentir vivos!

São essas coisas que estão alinhadas com quem realmente somos, com a nossa alma, com o nosso poder interior e propósito de vida.

O nosso propósito de vida é sentirmo-nos bem. É vivermos em alegria e com sentido.

A partir daí escolhemos empregos, pessoas, situações, etc, que estão alinhadas com essa alegria e bem-estar.

Ou seja, é de dentro para fora.

Não buscamos coisas e pessoas para nos trazerem alegria. Isso é co-dependência.

Primeiro alinhamos com a alegria dentro de nós e depois escolhemos coisas e pessoas que estão alinhadas com ela.

Este sentir bem e alegre deve ser uma escolha consciente que fazemos em todos os momentos da nossa vida. Tem de se tornar o nosso estilo de vida.

Tens que acabar com o sentir bem apenas quando chegas a casa, ou aos fins-de-semana ou férias.

Tu mereces sentir bem TODOS os dias da tua vida. Porque quando dás prioridade e importância a sentires-te bem, estás no teu poder interior.

Estás a honrar-te a ti mesmo.

Estás a dizer ao Universo: eu escolho e mereço viver a minha melhor vida em cada momento, e portanto o Universo traz-te mais coisas para te sentires bem. Porque é a energia que estás a emitir e que volta para ti.

E isto aplica-se a tudo: desde o café que escolhes beber ao emprego que escolher ter, às pessoas que tens na tua vida. Tudo, do mais pequeno ao maior.

Dizer não ao que não queres e dizeres sim apenas ao que queres vem dum poder interior imenso.

E também acaba com os conflitos interiores que sentes e traz-te paz.

VÊ AQUI O TEU HORÓSCOPO DIÁRIO GRÁTIS:

Add A Comment