Lei da Atração: O que Significa Estar Alinhado?

Quando se fala da Lei da Atração fala-se muito de alinhamento, de se estar alinhado. Mas o que significa isso realmente?

Resumidamente, estar alinhado é saber quem somos, o que queremos, e agir em conformidade.

É por isso mesmo que admiramos e seguimos muitas pessoas nas redes sociais em várias áreas desde o fitness ao empreendedorismo, etc, que mostram esse alinhamento.

A maior parte das pessoas nao está alinhada a 100%. Significa que não sabem exactamente o que querem, ou sabem mas agem em contradição, provocando uma instabilidade na sua vibração, o que traz situações boas mas também continua a trazer situações indesejáveis que servem para nos acordar e alinhar.

Estar alinhado é:

1. Saber quem somos

Saber quem somos ao nível da alma. O que nos move, o que nos feliz, o que nos faz sentir vivos e apaixonados pela vida.

Isto é a nossa essência, e o nosso propósito de vida é precisamente tudo o que nos faz sentir assim.

Chegar a este conhecimento implica uma introspecção grande e constante, implica silenciar o mundo exterior e ouvirmos-nos a nós próprios, sabendo que a nossa voz interior é a única que realmente importa.

2. Comprometermo-nos com o que queremos

Depois de sabermos quem somos e o que queremos temos de nos comprometer a 100% com isso.

Isto chama-se “alinharmos”. Ou por outras palavras, “entrar na linha” daquilo que queremos.

Temos de dizer não às coisas e situações que não suportam o que desejamos, e dizer sim a nos próprios e ao que nos faz sentir bem e suporta o que queremos.

E temos de o fazer todos os dias, é um compromisso que fazemos com nós próprios que vem de nos respeitarmos.

3. Agir em conformidade

Por mais mantras que recitemos, por mais yoga que fizermos no topo da montanha, e por mais “vision boards” que criarmos, se não agirmos em conformidade com aquilo que nos faz bem e felizes, a nossa vibração é instável.

Estar em alinhamento é isso mesmo: é saber o que queremos e agir em conformidade.

As nossas acções no dia-a-dia têm de suportar os nossos sonhos, os nossos desejos, aquilo que somos e queremos manifestar. Temos de agir com consistência e integridade.

Por exemplo, se desejamos estar em forma e perder peso não basta sentir que o queremos, temos de procurar ações que estão alinhadas com isso todos os dias e que fluem sem esforço.

Se nos forçarmos a fazer exercício que não gostamos ou a comer coisas “saudáveis” que não nos satisfazem, criamos resistência e não estamos em alinhamento.

Dai que o alinhamento vem sempre PRIMEIRO que a accão. Primeiro sabemos quem somos e o que queremos, depois tomamos o compromisso de agir em conformidade e depois sim agimos de forma inspirada e alinhada.

A acção tem de vir duma energia positiva, de fluir, de ausência de esforço. Agir tem de ser um prazer e uma inspiração.

Por exemplo, podes trabalhar 12 horas por dia de forma entusiasmada, alinhada e inspirada em que as coisas simplesmente fluem, ou podes trabalhar 12 horas por dia numa energia de frete, de esforço e exaustão.

Qual está alinhada contigo, partindo do principio de que o nosso propósito de vida é desfrutar duma vida feliz?

Uma forma fácil de perceber este alinhamento é olharmos para como as crianças agem.

Uma criança sabe sem filtros ou bloqueios quem é e o que gosta. Vem-lhe naturalmente, intuitivamente. Decide aquilo que quer, fica 100% focada naquilo que quer e age em conformidade sem esforço e com entusiasmo. Facilmente diz não ao que não quer e diz sim ao que quer. Este processo é-lhe simples.

Para muitos adultos isto não é simples pois temos mil e um condicionamentos em cima, bloqueios e crenças que integrámos em nós ao longo dos anos, que vieram doutras pessoas, dos nossos pais, educadores, escola, religião, etc.

Ignoramos o que sentimos, o que queremos, em nome do “tenho que ser assim”, ou do “é esperado que eu aja assado”, ou “para ser aceite tenho que fazer isto e aquilo”. E vivemos frustrados, com depressões e outros problemas. Tudo fruto de estarmos desalinhados.

Portanto o alinhar é o desconstruir de tudo aquilo que não nos serve. Se algo no teu estilo de vida, no teu trabalho, nas tuas relações, te baixa a vibração, podes ter a certeza que está desalinhado com quem és.

E podes ter a certeza que se insistes, a vida vai-te trazer mais situações para partires a cabeça e acordares.

A parte boa é que podemos evitar partir mais a cabeça porque temos sempre em nós o poder interior de alinhar com quem realmente somos a qualquer momento.

É deixar de viver a vida de forma inconsciente e “à mercê” do que a vida nos traz e culpar tudo e todos quando as coisas não correm bem, para viver a vida de forma consciente, a partir do nosso poder interior, de termos a consciência de nos alinharmos com quem somos a cada momento.

É parar de dar o nosso poder aos outros e a situações que nos fazem mal, e reclamar o nosso poder interior como nosso, começando a agir em conformidade com quem somos, e construir uma vida feliz e com propósito.

Podemos fazer isso no aqui e agora, hoje. É uma decisão que tomamos e podemos simplesmente começar com coisas mais “pequenas” e simples, como aquilo que comemos, a forma como começamos ou acabamos o dia, etc, de forma a que se torne no nosso novo normal.

É focares no que te faz bem, no que te faz sentir vivo e com uma vibração alta. Porque simplesmente é o sempre mereceste e o que mereces.

É quando fazemos tudo isto e estamos alinhados que emitimos a frequência certa para o mundo exterior de que estamos prontos a receber tudo o que queremos, e abrirmos as portas para vir até nós.

Add A Comment